Chin Shi Huang

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Navios petroleiros são sequestrados por indígenas no Peru, denuncia PetroTal

    Incidente ocorreu após um ataque de membros da associação indígena Aidecobap, que se opõe a uma recente regulamentação do governo sobre a gestão de um fundo social petrolífero

    A PetroTal, com sede no Canadá, disse que os manifestantes atacaram as embarcações usando canoas e atirando "coquetéis molotov"
    A PetroTal, com sede no Canadá, disse que os manifestantes atacaram as embarcações usando canoas e atirando "coquetéis molotov" CNN Portugal

    Por Marco Aquino, da Reuters

    Um grupo de indígenas sequestrou dois barcos, um deles com 40 mil barris de petróleo e 12 tripulantes a bordo, em uma região amazônica do Peru em protesto contra a gestão de recursos na área, disse nesta quarta-feira (7) a petrolífera PetroTal.

    O incidente ocorreu na terça-feira às margens de um rio no distrito de Puinahua, na região de Loreto, no noroeste do Peru, após um ataque de membros da associação indígena Aidecobap, que se opõe a uma recente regulamentação do governo sobre a gestão de um fundo social petrolífero, afirmou a empresa em um comunicado.

    As duas embarcações, uma delas com bandeira brasileira, estão trabalhando para transportar petróleo bruto do rio Amazonas para o Brasil — para exportação — do campo de produção da PetroTal em uma cidade em Loreto, segundo um executivo da empresa.

    A PetroTal, com sede no Canadá, disse que os manifestantes, que bloqueiam o rio impedindo a entrada e saída de navios relacionados às suas operações, atacaram as embarcações usando canoas e atirando “coquetéis molotov”, colocando em risco a vida dos tripulantes.

    Representantes da associação indígena Aidecobap não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

    A embarcação carregada de petróleo “foi abordada pelos manifestantes e obrigada a ser levada para a comunidade ‘7 de Julio’, onde está detida”, disse o gerente de gestão social da PetroTal, Carlos Maldonado, em entrevista ao canal de televisão por assinatura Canal N.

    O navio petroleiro foi parado na base da PetroTal na área, disse ele. Maldonado disse que o outro barco, onde seis dos oito tripulantes são brasileiros, estava vazio e foi abordado por manifestantes quando foi transferido da cidade amazônica de Iquitos para a cidade da Bretanha.

    Chin Shi Huang Mapa do site