Chin Shi Huang

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Felipão fala como técnico do Atlético-MG e promete sintonia com a torcida

    "A torcida do Galo vai ter em mim, vai ter em nós, aquilo que ela sempre esperou da sua equipe, que é vibração, vontade"

    Lucas Sanchesda Itatiaia

    Luiz Felipe Scolari já falou como novo técnico do Atlético-MG.Ele foi anunciado no fim da tarde desta sexta-feira (16) como substituto de Eduardo Coudet e já gravou uma mensagem para a torcida alvinegra.

    Felipão é esperado em Belo Horizonte nos próximos dias para assinar contrato e dar início ao trabalho na Cidade do Galo. Ele acertou com o alvinegro até dezembro de 2024.

    Veja a transcrição do discurso de Felipão

    “Oi torcida do Galo, grande abraço! Estaremos juntos na empreitada para conseguirmos os objetivos traçados por todos nós. Nós, da parte técnica; vocês, torcida; vocês, atletas, que fazem parte do nosso grupo; comissão técnica e todas aquelas pessoas envolvidas no nosso projeto.

    Eu fiquei muito feliz pelo convite do Galo e estarei participando ativamente neste ano e meio para que o Galo consiga seus objetivos. A torcida do Galo vai ter em mim, vai ter em nós, aquilo que ela sempre esperou da sua equipe, que é vibração, vontade.

    Tudo aquilo que vocês proporcionam, torcida do Galo, para nós, dentro de campo, nós vamos devolver para vocês jogando futebol. Um abraço, obrigado torcida do Galo! Tudo de bom, estarei aí com vocês.”

    Anúncio alivia tensão no Galo

    A chegada de Felipão encerra dias de tensão no que diz respeito ao cargo de treinador do Atlético. No domingo (11), o clube anunciou a saída de Eduardo Coudet, que só teve a rescisão assinada também nesta sexta.

    Com a mudança de Scolari de Curitiba para Belo Horizonte, efeitos foram sentidos também no Athletico-PR. Assim que Felipão comunicou a saída do Furacão, o técnico Paulo Turra foi demitido.

    Terceira passagem por Minas Gerais

    Aos 74 anos, Felipão chega para treinar o Atlético pela primeira vez. Entretanto, ele já trabalhou na capital mineira em outras duas oportunidades, ambas pelo rival Cruzeiro.

    A primeira passagem na equipe celeste foi entre os anos de 2000 e 2001 e terminou com o título da Copa Sul-Minas. Ele deixou o clube para assumir a Seleção Brasileira, onde caminharia para conquistar o título da Copa do Mundo em 2002.

    Em outubro de 2020, ele chegou à Toca da Raposa II para a sua segunda passagem pela Raposa. No returno ao clube celeste, pegou a equipe na 19ª colocação da Série B, com 16 pontos conquistados.

    Agora no comando do Atlético, Felipão se torna o 33º técnico a trabalhar nos dois maiores clubes de Minas.

    Carreira recheada de títulos

    O Galo é o 12º clube treinado por Felipão na carreira. Além da conquista da Copa do Mundo de 2002 com a Seleção Brasileira, ele coleciona títulos de expressão ao longo de mais de 40 anos de trabalho.

    Os troféus de maior destaque incluem um Brasileirão e uma Libertadores com o Grêmio; uma Copa do Brasil com o Criciúma; além de duas Copas do Brasil, uma Libertadores e um Brasileirão com o Palmeiras.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original

    Chin Shi Huang Mapa do site