Chin Shi Huang

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Relatório da CPI do DF quer indiciar G. Dias e livrar Torres por ataques do 8 de janeiro

    Oposição promete apresentar relatório paralelo; relator é do mesmo partido do governador Ibaneis Rocha

    G. Dias era ministro do governo Lula no 8 de janeiro
    G. Dias era ministro do governo Lula no 8 de janeiro Arquivo - Geraldo Magela/Agência Senado

    Larissa RodriguesMariana AlbuquerqueJoão Rosada CNN

    Brasília

    A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) que investiga os ataques criminosos contra as sedes dos Três Poderes em 8 de janeiro vai apresentar o relatório final nesta quarta-feira (29).

    A expectativa é que o parecer do relator da CPI, deputado distrital Hermeto (MDB), não peça o indiciamento de Anderson Torres, ex-ministro da Justiça e secretário de Segurança Pública do DF. O atual comando da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) também deverá ser poupado.

    No entanto, segundo fontes ouvidas pela CNN, o relatório deve prever o indiciamento de Gonçalves Dias, ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) no governo do atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Também devem ser responsabilizados no relatório a coronel da PM e subsecretária de Operações Integradas, Cíntia Queiroz, além do coronel Marcelo Casimiro Vasconcelos Rodrigues, ex-comandante do Primeiro Comando de Policiamento Regional da Polícia Militar do Distrito Federal.

    As conclusões da CPI da CLDF sao diferentes das apresentadas pela comissao parlamentar que também investigou os atos de 8 de janeiro no Congresso Nacional. O relatório aprovado no Congresso não incluiu G. Dias, por exemplo. O coronel pediu exoneração após serem divulgadas imagens dele circulando no Palácio do Planalto no momento da invasão.

    Relatório paralelo

    Na CLDF, a oposição ao governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), criticou a expectativa do relatório oficial que, segundo os distritais, estaria tentando retirar a responsabilidade pelas invasões do governo local e da cúpula da PMDF.

    O deputado Fábio Félix (PSOL) promete inclusive apresentar um relatório paralelo que pretende pedir indiciamento dos membros não só da Polícia Militar do DF, como também, da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.

    “Caso o relatório do deputado Hermeto siga conforme esperado, vamos apresentar o relatório paralelo, que não vai poupar ainda a alta cúpula do bolsonarismo”, afirmou.

    Tópicos

    Tópicos

      Chin Shi Huang Mapa do site