Chin Shi Huang

Carnaval: confira os números dos Sambódromos do Anhembi e da Sapucaí

Sedes dos desfiles das escolas de samba de São Paulo e do Rio se preparam todos os anos para uma maratona de eventos durante o Carnaval; conheça curiosidades

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

OCarnaval bate à porta e a folia já pode ser sentida nos quatro cantos do país. Quando se trata de desfiles das escolas de samba, São PauloeRio de Janeiro lideram as festividades em suas passarelas, os chamados Sambódromos.

Mesmo separados pela ponte aérea, você sabia que Oscar Niemeyer é o arquiteto por trás dos projetos tanto do Anhembi quanto da Sapucaí? Ou sabe ainda quantas milhares de pessoas cada um deles comporta nos dias de Carnaval?

Abaixo, confira números e curiosidades sobre ambos os Sambódromos:

Sambódromo do Anhembi (SP)

Desfile da Águia de Ouro pelo grupo especial do Carnaval 2020, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo (SP) / Paulo Lopes/LigaSP

Inaugurado em 1º de fevereiro de 1991, o Sambódromo do Anhembi é, originalmente, batizado de Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo.

Projetado por ninguém menos do que Oscar Niemeyer, o Sambódromo situado em Santana, na Zona Norte da capital paulista, tinha capacidade inicial para 10 mil pessoas – hoje comporta o triplo deste número.

A pista de desfiles leva o nome do sambista Adoniran Barbosa e, além do Carnaval, o local recebe tradicionalmente os desfiles de 7 de setembro da cidade de São Paulo. Grandes shows já foram realizados no espaço, como de Miley Cyrus, em 2014, e de Britney Spears, em 2011.

O Sambódromo faz parte do Distrito Anhembi, complexo cultural e de eventos de 400 mil m². O espaço passa por renovações e, para o futuro breve, é prometida a abertura de uma arena, um teatro, um centro de exposições totalmente renovado e o primeiro centro de congressos internacionais de nova geração da cidade, como aponta a GL events, que administra o local.

Conheça alguns números do Sambódromo do Anhembi:

  • Pista de desfiles de 530 metros de comprimento por 14 metros de largura
  • Capacidade para 30 mil pessoas
  • Sambódromo com 80 mil m² de área total
  • 23 mil m² de área da concentração
  • 14 mil m² de área da dispersão
  • 90 camarotes
  • 500 boxes de sanitários
  • 15 bares fixos
  • A maior arquibancada é a Monumental (setor B), acessada pelo portão 15

Sambódromo Marquês de Sapucaí (RJ)

Vista aérea do desfile da Portela na Sapucaí no Carnaval de 2016
Vista aérea do desfile da Portela na Sapucaí no Carnaval de 2016 / Fernando Maia/Riotur

Também projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o nome oficial do Sambódromo é Passarela Professor Darcy Ribeiro, já que a concepção do local foi de autoria do antropólogo brasileiro.

Situada na Zona Central do Rio, a passarela do samba foi inaugurada em 1984 após apenas quatro meses de obras. Sede dos desfiles do maior Carnaval do mundo, a Sapucaí celebra 40 anos de fundação em 2024 e desde 2021 é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan), o que impede por lei que o local seja descaracterizado.

O final dos desfiles das escolas de samba se dá na Praça da Apoteose, local frequente de shows. No passado, já foi palco para Whitney Houston, em 1994, e Katy Perry, em 2018, assim como para Elton John, Avril Lavigne, Nirvana e Janet Jackson em outros anos.

Durante os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, a Marquês de Sapucaí sediou as provas de tiro com arco.

Conheça alguns números do Sambódromo Marquês de Sapucaí:

  • Pista de desfiles de 700 metros de extensão
  • Capacidade para cerca de 80 mil pessoas
  • Sistema de iluminação com 570 refletores em 2024, sendo 510 voltados para a avenida
  • 872 garis por dia durante os dias de desfile em 2024
  • Mil contêineres de 240 litros espalhados para descarte de lixo em 2024
Chin Shi Huang Mapa do site

123